Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


05
Mar14

Marta Valente

É autora de um blog muito bonito, cheio de bom gosto e de nome tão original: It’s Monday, but it’s ok. E a ideia que esta família nos transmite é mesmo essa: de bem com a vida, de atitude positiva, paixão pela família e pelas coisas mais simples.

 

Fomos tão bem recebidos na casa da Marta Valente que podíamos ter passado a tarde toda a conversar, a beber groselha e a comer o delicioso Crumble de maçã e pêra.

 

A Maria (3 anos) e o Vasco (1 ano e meio) fizeram a festa. São lindos, super simpáticos, expressivos, curiosos, tão queridos e estiveram sempre atentos à mãe e à ajuda que lhe queriam dar na confecção desta receita.

 

A vida profissional da Marta, ligada aos números, nada tem a ver com o lado mais doce, mais criativo, mais colorido que enche de vida o seu blog e os seus dias. Fala sempre com um sorriso na cara, de forma pausada, doce e apaixonada desse seu lado tão marcante que é a paixão pela decoração. É compradora compulsiva de revitas e livros de decoração e tem na sua casa o melhor espelho do seu bom gosto: irrepreensível.

 

As rotinas em casa da Marta e do Rui, o pai da casa, tão atento e tão simpático, são simples, bem definidas, para criar estabilidade e gerir de forma estruturada, com apoio a um plano de refeições, estrategicamente colado ao frigorífico, o tempo. O grande objectivo da Marta e do Rui é canalizar todas as energias do final de cada dia para as brincadeiras e atenção para a Maria e o Vasco.

 

Ao fim-de-semana passam muito tempo em família, gostam de receber a família grande que têm e de preparar boas receitas. Definem-se como bons garfos e têm como rotina boa dos domingos fazer pic-nic de scones na sala.

Foi uma óptima manhã de domingo na companhia da nossa Baker querida e da sua linda família. Adorámos.

 

- quem é o Chef lá em casa e porquê

 Somos os dois: sou eu que cozinho os nossos pratos habituais e é o Rui que se aventura em novos ingredientes, novos sabores e experiências.

 

- que tipo de refeições costumam preparar durante a semana / e ao fim de semana

Para o dia-a-dia recorremos a um conjunto de pratos habituais que sabemos que resultam e que os pequeninos gostam: ervilhas com ovos escalfados, massa de salmão, tomate e mozzarela, tarte de atum, bolonhesa, massada de peixe (que a minha cunhada faz maravilhosamente e nós copiamos). Comemos sopa todos os dias, sendo que o Rui e eu nunca nos fartamos de sopa de tomate. Ultimamente, também andamos com uma quase obsessão por miso, a sopa japonesa, e temos feito umas duas vezes por semana. É reconfortante, faz lindamente à saúde e os pequeninos adoram beber a sopa por palhinha!

 

No fim-de-semana, fazemos muitas refeições com a família alargada, o que é óptimo porque temos cozinheiras maravilhosas, como a minha Mãe (a melhor de todas) e a minha cunhada. Nesses almoços e jantares comemos coisas tão elaboradas como tajine de borrego, bife Wellington, pavlova de chocolate e framboesas, triffle. É muito bom!

 

- como é feito o regresso às aulas/ que preparação fazem

Como a Maria só entrou este ano na escola e o Vasco ainda é pequenino, ainda não temos propriamente uma rotina programada. Mas eu adoro o regresso às aulas, para mim é o verdadeiro recomeço do ano.

 

- como fazem a gestão de tempo entre trabalho, família e casa

A semana passa a correr, como em todas as famílias… de manhã é tudo muito rápido, quando conseguimos sair de casa até respiramos de alívio! No final do dia nunca ligamos a televisão, o tempo é tão pouco que não se pode perder… jantamos os quatro e lemos várias histórias com os pequenos. Às nove eles já estão a dormir e nós temos um par de horas para conversar, trabalhar, fazer posts (no meu caso) ou ver uma série juntos. Os fins-de-semana são passados entre as actividades dos pequenos, almoços com a família e passeios por entre os jardins, parques e praia com os amigos.

 

- são uma família mais doce ou mais salgada

Somos uma família em que toda a gente gosta de comer, mesmo os pequeninos comem de tudo! Nunca dizem que não a nada, experimentam tudo e gostam dos sabores mais difíceis (mesmo roquefort)! A minha filha e eu talvez sejamos mais viradas para os doces... eu acho que vivia alimentada de gelados do Santini e chocolate belga! O Rui nem olha para os doces se os salgados forem bons.

 

- se cada um dos elementos da família fosse um ingrediente qual seria e porquê

O Rui, um queijo da serra, intenso e forte,

A Maria, um gelado. Doce, alegre e fresca,

O Vasco, uma framboesa. Lindo e perfeito, às vezes doce, às vezes amargo,

A Marta, chocolate belga, porque comeu tanto quando vivia em Bruxelas que lhe corre nas veias! 

 

- quem vos inspira na cozinha

 A minha Mãe, sem sombra de dúvidas.

 

- chefs que gostam mais

Gostamos das receitas da Mafalda Pinto Leite, do José Avillez e do Jamie Oliver. Mas cada vez sigo mais blogs de cozinha, o Cinco Quartos de Laranja, da Isabel Zibaia Rafael e o No Soup for You, da Susana Gomes, por exemplo.

 

- livros, o que têm em casa, o que aconselham

Temos alguns da Mafalda Pinto Leite porque têm receitas muito fáceis de aplicar no dia-a-dia, mas também têm receitas mais elaboradas e requintadas. O Velocidade Colher, da Susana Gomes, também é óptimo porque tem receitas para a bimby, nossa ajudante todos os dias. E de vez em quando peço emprestado à minha Mãe o livro da Sophie Dahl, que tem receitas muito reconfortantes.

 

- se esta família fosse um bolo seria.... e porquê

Um bolo com doce de ovos por dentro e macarrons de chocolate por fora. Exactamente como o bolo do nosso casamento!


 

 

 

Textos Sofia Castro Fernandes

Produção e Edição Gráfica Ana Coelho Duarte

Fotografia CV Love
Design Filipa Simões Freitas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D