Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


11
Nov13

 

Familia Pumpkin

 

Mariana, Frank, Leonor e Amelie. Tão bom sermos recebido na casa desta família. São tão queridos, tão bem dispostos e tão bons anfitriões.

 

Frank recebe-nos com um grande sorriso, boa conversa e faz as honras da casa esclarecendo logo que é ele o Chef, é ele que se aventura na cozinha, que inventa novos pratos e coisas deliciosas que misturam muito do mundo que conhecem.

 

Ficámos com o ouvido preso numa lasagna de caranguejo (e havemos de fazer esta receita), uma das invenções de Frank. E de sorriso de orelha a orelha com as viagens que Frank e Mariana já fizeram, com o mundo que trazem nos olhos, nas palavras e no coração. Mundo que vão integrando nas receitas que planeiam para o dia-a-dia e que as meninas, Leonor e Amelie,  se habituram a conhecer e gostar.

 

A organização da semana é feita ao fim-de-semana, numa boa gestão de tempo e na poupança de horas que sobram durante a semana para poderem dar toda a atenção à família.

A rotina do dia-a-dia é igual à de tantas outras famílias, entre o que ficou alinhavado para o jantar, os banhos, as brincadeiras e os muito mimos, imprescindíveis para a boa energia que emana esta família querida.

 

Frank e Mariana, que se conheceram em Inglaterra, quando trabalhavam ambos na mesma empresa (e que decidiram vir morar para Portugal quando Mariana engravidou da Leonor) gerem, com o coração e também com objectivos bem definidos, o projecto Pumpkin. Mariana coordena toda a parte da comunicação e organização de conteúdos da página, Frank é o homem dos números, da relação com os clientes e da parte tecnológica.

 

Em casa da família Pumpkin falam-se três línguas: português, inglês e holandês. Leonor e Amelie, que entendem e falam as três, têm esta imensa sorte de sentir o mundo mais perto nas palavras e no brilho dos olhos da mãe e do pai quando lhes contam as histórias do mundo que conhecem e do outro tanto que querem conhecer. Agora, com elas.

Adorámos, querida família Pumpkin.

Quem é o Chef lá em casa e porquê
- Lá em casa somos todos cozinheiros,  até as miúdas têm os seus aventais e se aventuram connosco. Mas como dizem no Masterchef, há cozinheiros e há chefs, e lá em casa Chef é o pai Frank. Chef de se aventurar com as receitas do Heston Blumenthal, que lhe levam 3 dias a fazer, e são devoradas em minutos. O resto é tudo sous-chefs :)


Que tipo de refeições costumam preparar durante a semana / e ao fim de semana

- Nós planeamos a comida para a semana e normalmente preparamos comida ao fim de semana que dê para aquecer nos dias de escola, em que o tempo não dá para nada. Também optamos por receitas no forno, que vão cozendo enquanto damos banhos e brincamos com elas. E muitas massas com molhos variados, que são a refeição preferida de toda a família.

Ao fim de semana comemos grandes pequenos-almoços (yummy yummy table é o nome que lhes damos) e jantares descontraídos, tipo rodadas de crepes ou pizzas feitas pelo chef com o apoio das sous chefs todas.

 

Como é feito o regresso às aulas/ que preparação fazem

- Este ano voltámos de férias com uma resolução: vamos ter pequenos almoços com toda a família à volta da mesa todos os dias. Com pão fresquinho e compotas da avó, tem sido um sucesso. Saímos de casa muito mais felizes!

 

Como fazem a gestão de tempo entre trabalho, família e casa

- Não é fácil, sobretudo porque connosco o trabalho, a família e a casa se misturam imenso. Planeamos refeições com antecedência, trabalhamos um dia ou outro de casa, trabalhamos depois de as deitar, ou antes de acordarem. Ambos trabalhamos muito e partilhamos tarefas. 

 

São uma família mais doce ou mais salgada

- Somos uma mistura. Somos muito doces mas de vez em quando temos um ataque de génio mais salgadito. A Leonor gosta mais de doces, a Amelie adora aperitivos salgadinhos. E aqui os sabores e personalidades alinham-se também :)

 

Se cada um dos elementos da família fosse um ingrediente qual seria e porquê

- A Leonor seria uma manga, doce e fresca. A Amelie seria um maracujá - muito exótica, com casca dura mas muito doce por dentro.
O Frank seria o chilli - vivo, divertido, inteligente, a tratar com amor e respeito porque pode explodir, normalmente cheio de razão.

A Mariana seria uma phisallys (ou capucho), uma fruta doce mas ácida um bocadinho timida, escondida dentro de um capuchinho, que se dá no Alentejo e nos Açores, e que faz uma compota doce que as duas filhotas adoram.

 

Quem vos inspira na cozinha

- O Mastechef Australia é uma enorme inspiração, porque têm uma energia muito positiva e fazem uma fusão de cozinhas que é muito o nosso estilo. Não perdemos um!
 

Que chefs que gostam mais

- Jamie Oliver, adoramos as refeições simples e deliciosas e o activismo por causas em que acredita, e que nós acreditamos também

Heston Blumenthal – um génio - todas as receitas têm uma profundidade de sabor impressionante. Complicadíssimas mas muito saborosas.

Nigella - Adoro as receitas riquíssimas à prova de dieta e fáceis de fazer 

 

Que livros, o que têm em casa, o que aconselham

- Jamie Oliver 30 e 15 minutos. Receitas simples e deliciosas mas nunca conseguimos fazer as refeições no tempo indicado.

Delia Smith, para alguns conselhos e receitas clássicas

Heston Blumenthal at Home, para chefs e curiosos

Nigella Lawson, adoro a atitude e tem receitas muito "indulgent" 

Se esta família fosse um bolo seria.... e porquê

- Seria um bolo arco-iris por dentro, coberto com chocolate e smarties de todas as cores. Porque temos muitas camadas diferentes, somos um bocadinho disparatados, felizes e adoramos divertir-nos :)



 

Textos Sofia Castro Fernandes

Produção e Edição Gráfica Ana Coelho Duarte

Fotografia Mafalda Rodrigues

Design Filipa Simões Freitas

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D